sábado, 28 de agosto de 2010

domingo, 22 de agosto de 2010

Início

Seu sonho era ser jornalista. Tinha tamanha desenvoltura que seu rosto merecia um telejornal. Mas antes disso, sonhou em ser comissária de bordo, cantora e atriz.Não queria ser apenas mais uma no mundo, ela queria ser dona dele. Odiava bonecas. Entregava suas barbies à irmã, enquanto ia brincar com os garotos. Queria ter um irmãozinho, jogar bola sozinha era chato. O seu casamento seria o mais lindo do mundo, e o seu pai a levaria ao altar.
Mas o mundo da voltas. Ela cresceu e passou a frequentar o mundo dos adultos, este em que tudo é chato, ridículo e brega. Os sonhos? Se tornaram apenas desejos de criança. A realidade a tornou apenas mais uma.
Entrou para a faculdade de Jornalismo, e percebeu que aquele curso de gente importante, estava apenas na cabeça dos outros. Cantar? Que nada. Quase ninguém sabe que ela gosta. Aliás, quase ninguém sabe realmente quem ela é. Entrar na igreja com o pai? Passado. Ele foi para um lugar melhor de se viver. Sem ao menos dizer adeus.
Foi aí que o click aconteceu. A vida era muito mais simples quando ela criança, gostava que se referissem a ela como a menina do biquini de bolinha amarelinha. Quando a vida não era chata, ridícula e muito menos, brega.
Agora ela decidiu, enfim, mostrar a sua versão do biquini de bolinha.