sábado, 1 de setembro de 2012

As filhas do espetáculo

A gente sente pena. É só isso o que nos resta. Sentir pena dessas pessoas. São elas as Filhas do Espetáculo. São essas que oferecemos ajuda, damos conselhos e elas simplesmente pegam tudo isso e jogam no lixo. Mas antes, elas amassam e dizem "A vida é minha e dela cuido eu". Pegam a sua ganância, hipocrisia, falta de vergonha e egocentrismo, colocam tudo na mala e saem por ai. Pois o seu trabalho é por ai. Montam o circo. Fazem cara de simpatia. Oferecem tudo, tudo o que possuem a fim de garantir o seu público. Para esse fim, causam uma discórdia aqui, outra ali, se metem em encrenca e dessa forma trazem todas as atenções para si. Então o ego infla e esse é o sinal para adentrarem no picadeiro. Ele está iluminado por muitos holofotes. Fazem um pequeno discurso, seguido pelo show e finalmente agradecem e esperam os aplausos. Mas então eles não vêm. O que vem no lugar são o que a plateia encontrou no lixo. E isso incluindo os "eu te avisei" e demais conselhos que foram jogados fora por elas. Mas para as Filhas do Espetáculo isso faz parte da cena. Agora elas choram, fingem de arrependidas. Pedem perdão e dizem que mudaram. Umas acreditam. Pagam pelo show e vão embora dizendo que voltarão para dar apoio. Já outras sentem pena. É só isso que lhes restam. Sentir pena. Pegam os centavos que possuem no bolso, jogam no chão e vão embora. Nunca mais voltarão. E vão dizendo "bem que a minha mãe me avisou". Estas, são Filhas da Vergonha na Cara.

3 comentários:

  1. Nossa, melhor texto seu dos últimos tempos! Curti demais, cara, muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando se tem inspiração, se tem tudo. kkkkkk

      Excluir
    2. HAHAHHAHA, concordo! queria a minha de volta!

      Excluir